ESSE CARA ASSISTIU OS SIMPSONS POR DOIS DIAS SOB O EFEITO DE LSD

ESSE CARA ASSISTIU OS SIMPSONS POR DOIS DIAS SOB O EFEITO DE LSD

Fazer maratonas de séries e ficar o fim de semana inteiro assistindo a maior quantidade de episódios possível nos dias de hoje é algo nada de extraordinário. Mas um rapaz resolveu dar uma diferenciada dessa vez.

‘Doobleschnauzer’ relatou suas teorias no Reddit, após passar 2 dias assistindo simpsons sem parar sob o efeito de LSD.

O cara se aprofundou na série e em seu significado. Formulando teorias que podem mostrar o motivo do sucesso que faz a série estar no ar há mais de 20 anos.

Veja seu relato:

“Os Simpsons é o maior programa de comédia já feito. Os Simpsons é a história de todos nós. Quando os marcianos descerem na Terra e perguntarem sobre nossa história, eu vou oferecer todas as temporadas de Os Simpsons em DVD, ou qualquer seja o meio que eles assistem as coisas.

Todos somos Bart – Todos nós nos sentimos pouco reconhecidos, porque a maioria das pessoas decidem se focar em nossos defeitos em vez de nossos talentos. Nos fomos influenciados por más companias, e já fomos as más influências. Todos nós procuramos emoções que nos machucam e machucam aqueles ao nosso redor.

Todos somos Lisa – Todos nós nos sentimos pouco reconhecidos quando tentamos ser a voz da razão e da inteligencia, e as pessoas nos ignoram. Todos nós sentimos que não estamos chegando a lugar nenhum, apesar de nossas habilidades. Todos nós nos sentimos presos à pessoas que nunca irão nos entender.

Todos somos Marge – Todos nós nos sentimos pouco reconhecidos quando tentamos ser a voz da preocupação, e as pessoas que amamos nos ignoram. Todos nós sentimos que estamos sendo sufocados por aqueles que amamos, ao ponto que não podemos nunca desenvolver nossa própria personalidade

Todos somos Homer – Todos nós nos sentimos pouco reconhecidos sem motivo algum. Somos todos volúveis e  intencionalmente ignorantes. Todos nós tentamos adormecer a dor de uma vida que nunca nos satisfaz, a ponto disso chegar a machucar nossos cérebros.

Todos somos Maggie – Todos nós nos sentimos pouco reconhecidos porque não nos sentimos ouvidos e somos facilmente esquecidos. Todos nós temos talentos que sentimos que ninguém consegue ver. E, se você usa tanta droga quanto eu, você provavelmente cai muito.

Nenhum deles se encaixam, não importa o quanto eles tentem. Eles nunca mudam.

Todos nós tivemos pais ruins, todos nós seremos pais ruins (aqueles de nós que tiverem filhos), e todos nós encontramos romance em co-dependência.

Springfield é um cérebro humano. Cada um de seus habitantes é uma representação perfeita de uma outra parte de nós.

Shelbyville é outro cérebro humano. Nós odiamos uns aos outros sem razão, mesmo sendo exatamente iguais.

Os Simpsons evoluiu a História americana. Eles nos fizeram falar sobre currupção nos dois lados da política americana, sobre direitos homosexuais, sobre bons e maus pais, sobre ter animais de estimação, a ética do vegetarianismmo, os problemas no nosso entretenimento, e praticamente sobre todo o resto.

Os melhores animadores (como Brad Bird) e os melhores escritores de comédia trabalharam em Os Simpsons, então seus modelos agem como um perfeito exemplo de como escrever comédia e animar—ao ponto que TODO MUNDO “copiou”.

Mas a beleza de Os Simpsons é que eles “copiaram” tudo que eles fizeram. A beleza de Os Simpsons é que nós somos todos os mesmos, e tudo já foi feito antes, então é melhor voce criar e se expressar livremente.

Nós somos Springfield. Nós somos Simpsons. Matt Groening é um deus. Dan Castallaneta, Yeardley Smith, Nancy Cartwright, Julie Kavner, Hank Azarea, e Harry Shearer são uns dos melhores satíricos, improvisadores, e dubladores que já viveram.

Tomem LSD e assistam Os Simpsons gente. Agora é a era dos Simpsons. Deus abençoe Os Simpsons.”

E aí? Faz sentido?
Se faz ou não tudo bem, mas que ele foi longe ele foi.

Veja seu relato aqui.

Deixe um comentário
Posts relacionados